Randômico


Oi, tudo bem?


Uma pergunta, um cumprimento, uma afirmação, uma mentira, ou quê?

 

Assim como as frases absurdas de placas e revistas, a comunicação verbal também me chama muito a atenção, eu diria até mais do que a escrita. Esses dias estive pensando naqueles diálogos rápidos que temos quando estamos andando na direção contrária a um conhecido, geralmente com pressa, e pra mostrar uma certa educação ou só pra falar com a pessoa mesmo soltamos um "oi, tudo bem?". A pessoa, geralmente, responde "oi, tudo bem" ou então, num comportamento "espelho" ela responde antes de você terminar a sua frase com um "oi, tudo bem?" Sim, a pessoa responde com uma pergunta - a mesma que você fez. E aí ninguém responde. As pessoas apenas seguem seus caminhos com aquela sensação de "que bom que está tudo bem com o fulano". Ou não. Nem pensam a respeito.

Falando sério, você já respondeu um "oi, tudo bem?" com um "não, cara, não tá tudo bem, perdi meu emprego, terminei meu namoro, tô mal nos estudos e tô sem grana"? MSN não conta porque é outra dinâmica. Tô perguntando daquele momento às 13:15 da tarde, quando era pra você estar às 13h no novo emprego e passa um conhecido na rua e te pergunta "tudo bem"? O que você faz? Conta a história de como você estava triste e conseguiu o novo trampo ou segue em frente a passos de Usain Bolt? Acredito que é inconsciente. Em algum momento da nossa criação brasileira nós aprendemos que isso não é uma pergunta. É um cumprimento. É o mesmo que só dizer "oi", "olá" e afins. E não respondemos.

Ultimamente fiquei nessa lombra com todo mundo que via. Eles perguntavam "oi tudo bem?" e eu perguntava de volta. Apenas as pessoas mais velhas respondem. Com frequência a resposta era "tudo ótimo, minha filha, e você?" e aí por instinto eu respondia "tudo bem também" mesmo que não estivesse. Aí parei pra pensar porque isso era estranho pra mim.

Eu acreditava que estivesse mentindo, tentando manter as aparências, esconder a realidade e outras teorias da conspiração, mas na verdade mesmo, ao responder que está tudo bem você está apenas se protegendo de perguntas indesejadas como "pooxa, de novo??", "ihhh, foi demitida é??" "tá precisando estudar hein??". Constrangedor né? Nem todo mundo precisa ficar olhando pra dentro da fossa que você se meteu. Quanto menos platéia, menos funda ela parece.

Saída da fossa, você quer que as pessoas te perguntem se está tudo bem. Só pra você responder com a boca cheia de dentes que está tudo ótimo, lindo e maravilhoso, como diz minha mãe. Aliás, minha mãe tem uma outra teoria para o "oi tudo bem". "Tem que falar que está bom pra melhorar". "O Segredo", pensamento positivo, coisas boas atraem coisas boas e uatchatchas. O fato é que tem uma música da banda Garotos Podres que mostra bem como poderia ser a conversa rápida no meio do caminho se alguém decidisse de fato responder à pergunta e falar como está se sentindo. Curte só:

 

- Oi, tudo bem?
- Tudo Bem...
...Fora o tédio que me consome,
todas as 24 horas do dia,
fora a decepção de ontem a decepção de hoje,
e a desesperança crônica no amanhã,
tenho vontade de chorar,
raiva de não poder,
quero gritar até ficar rouco,
quero gritar até ficar louco,
isso sem contar com a ânsia de vômito,
reação a tal pergunta idiota
...Fora tudo isso, tudo bem.

 

E aí, tudo bem? Comigo tudo ótimo, lindo e maravilhoso. De verdade ^_^



Escrito por Joceline Gomes às 16h17
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]
 
Meu perfil





BRASIL, Centro-Oeste, Mulher, de 20 a 25 anos, Arte e cultura, Cinema e vídeo, Música



Histórico


Votação
Dê uma nota para
meu blog



Outros sites
 Personas Non Gratas
 Poluição urbana em Taguatinga
 Poluição urbana - Colônia Agrícola
 Íntimo Impessoal
 N Coisas
 Aquário da Alma
 Um blog de Helder Ful@no
 Dramas do Sucesso
 Sem título - Universo Particular